200 Reais: Confira uma matéria especial sobre a nova cédula.

200 Reais Confira uma materia especial sobre a nova cedula www.aquitemtrabalho.com.br

Cédula de 200 Reais

cédula de 200 reais www.aquitemtrabalho.com.br

A nota de R$ 200,00 estará em breve em circulação em todo o país.O lançamento será na quarta-feira 02/09/2020.

A cédula terá como personagem ilustrativo o lobo-guará, animal escolhido em pesquisa realizada pelo Banco Central em 2001 para eleger quais espécies da fauna brasileira a população gostaria que estampassem as cédulas do país.

Há duas famílias do Real.

A cédula de 200 reais será a sétima cédula da segunda família, lançada em 2010.

cédula de 200 reais www.aquitemtrabalho.com.br

POR QUE O BANCO CENTRAL DECIDIU LANÇAR UMA NOVA CÉDULA?

Desde o início da pandemia do Covid-19, é possível observar um aumento do uso de dinheiro em espécie.

Em momentos de incerteza como é o caso de uma pandemia, dinheiro simboliza segurança.

Pessoas e empresas fizeram saques para constituir reserva.

No final de março, a quantidade de dinheiro em circulação era de aproximadamente R$ 260 bilhões.

A partir daquele momento, esse montante começou a subir rapidamente e em 17 de agosto alcançou R$ 350 bilhões.

Como não é possível mensurar por quanto tempo os efeitos da pandemia vão persistir e considerando que o dinheiro em espécie ainda é a base das transações em nosso país, o BC entende que o momento é oportuno para lançamento de projeto de cédula pré-existente.

É o BC agindo preventivamente para um possível novo aumento da demanda de numerário pela população.

 

O QUE É ENTESOURAMENTO?

O verbo entesourar é derivado do termo tesouro, que significa uma acumulação de coisas valiosas, como dinheiro ou joias. A expressão pode ser associada ao que popularmente conhecemos como “guardar dinheiro debaixo do colchão”.

Esse fenômeno foi observado não só pelo Banco Central brasileiro, mas também em outros bancos centrais pelo mundo desde que a pandemia do Covid-19 começou. Em tempos de incerteza como é o caso de uma pandemia, dinheiro significa segurança.

Veja quais são as possíveis causas de entesouramento:

  • Saques para formação de reservas – por pessoas e empresas;
  • Diminuição no volume de compras no comércio em geral com o início do período de isolamento social;
  • Valores pagos em espécie aos beneficiários dos auxílios não retornaram com a velocidade esperada.

O LANÇAMENTO DA CÉDULA DE R$ 200,00 SIGNIFICA QUE A INFLAÇÃO ESTÁ SUBINDO?

Não há relação mecânica entre o aumento da quantidade de papel moeda em circulação e inflação.

A inflação não está subindo no Brasil e o Banco Central está atento para evitar que isso ocorra, mantendo a inflação baixa, estável e previsível.

O Brasil é um país que utiliza o sistema de metas para o controle da inflação. Assim, a atuação do Banco Central busca assegurar que a inflação esteja na meta.

A decisão do Banco Central de lançar a cédula de R$ 200,00 é tão somente uma ação de precaução para o caso de a população demandar ainda mais dinheiro em espécie.

É papel do BC estar atento à demanda da população por papel moeda e atender.

 

A IMPRESSÃO DAS NOVAS CÉDULAS TERÁ IMPACTO NA BASE MONETÁRIA DO PAÍS?

 

A base monetária vem aumentando desde abril/2020, tanto as reservas bancárias quanto, principalmente, o papel moeda emitido.

Isso porque há, neste momento, uma demanda da população por papel moeda em espécie.

A tarefa do Banco Central é estar atento e, se necessário, atender essa demanda maior por meio circulante.

Portanto, é esperado, nesse curto prazo, um aumento da quantidade de papel moeda em circulação, devendo haver posteriormente um ajuste gradual na medida em que esses valores retornem à custódia do BC.

 

É UMA BOA IDEIA LANÇAR UMA NOVA CÉDULA EM UM MOMENTO EM QUE AS TRANSAÇÕES POR MEIOS DIGITAIS ESTÃO CRESCENDO?

O lançamento das novas cédulas não concorre com as transações por meios digitais.

O Banco Central (BC) observou o aumento da demanda por dinheiro em espécie e é papel do BC atendê-la e estar preparado para o caso dessa demanda aumentar no curto prazo.

Intensificar o uso dos meios de pagamentos digitais por parte da população faz parte da agenda estratégica do BC e a Instituição trabalha para fomentá-la.

COLOCAR UMA CÉDULA DE R$200,00 NÃO TRARÁ PROBLEMAS DE FALTA DE TROCO? HÁ CÉDULAS SUFICIENTES DAS OUTRAS DENOMINAÇÕES PARA TROCO?

Um dos maiores desafios da área técnica de meio circulante do BC é buscar o melhor equilíbrio entre as quantidades de denominações das cédulas.

O BC faz monitoramento diário das necessidades de troco com a ajuda de toda a rede bancária e trabalha de forma diligente para atendê-las. A entrada em circulação de qualquer nova denominação requer que o monitoramento em questão seja naturalmente intensificado.

A nova denominação entrará em circulação de forma gradual, conforme se observe demanda adicional da população por numerário.

Do montante total de cédulas que se encontram em circulação: 18% são cédulas de R$2, 8% são cédulas de R$5, 9% cédulas de R$10, 12% cédulas de R$20, 32% cédulas de 50 e 21% são cédulas de R$100.

UMA CÉDULA DESSE VALOR NÃO FARÁ AUMENTAR AS FALSIFICAÇÕES? AS FALSIFICAÇÕES DAS NOTAS DE R$100,00 AUMENTARAM?

Não.

A quantidade de cédulas falsas retida pelo Banco Central no ano 2019 apresentou redução de 12% em relação ao ano 2018.

A nova cédula é segura e contém elementos de segurança capazes de protegê-la das tentativas de falsificação.

No entanto, para se proteger do recebimento de tentativas de simulação da cédula, todo cidadão, ao receber uma cédula, deve conferir os itens de segurança, que serão apresentados no site do Banco e na divulgação por ocasião do lançamento.

 

O VALOR DE FACE R$200,00 FACILITARÁ A LAVAGEM DE DINHEIRO?

O país possui um arcabouço normativo moderno para combate/prevenção à lavagem de dinheiro, alinhado às melhores práticas internacionais (GAFI, ENCCLA) e que independe do valor de denominação das cédulas.

Nos fóruns internacionais sobre prevenção/combate à lavagem de dinheiro em que o BC participa, o foco está em aumentar controles no uso do dinheiro em espécie.

Dificulta-se assim o crime sem afetar negativamente quem quer fazer uso do dinheiro de forma lícita.

Nesse sentido, a partir de 01/10, a circular 3978/2020 (artigos 33 e 37), teremos controles ainda mais rígidos para utilização de valor em espécie acima de 2 mil reais.

Valores acima de 50 mil reais, depositantes precisam informar origem, os sacadores a finalidade.

Precisamos atender a demanda da população por numerário e combater o crime a um só tempo.

Para tanto, o BC demanda que o sistema financeiro combata o crime.

Em 2019, as instituições reguladas pelo BC encaminharam ao Coaf 3,39 milhões de comunicações de operações e situações suspeitas, com possíveis irregularidades. 91% do total de comunicações recebidas pelo Coaf em 2019.

A nova cédula terá o valor aproximado de US$ 39, que não entendemos ser elevado, considerando o padrão internacional.

CÉDULA DE 200 www.aquitemtrabalho.com.br

 

Fonte: https://www.bcb.gov.br/

Postado por: https://aquitemtrabalho.com.br

Curta no página no Facebook – https://www.facebook.com/aquitemtrabalhosempre

Inscreva-se no Canal: AQUI TEM TRABALHO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *